domingo, 15 de maio de 2011

Dicas do Olhar

Por que me olhas tanto assim? 
...A querer me paquerar?
Não sabes que mesmo sem te mirar eu te observo
E que se não te olho, é apenas para não iludir com o meu o teu olhar?
Achas que isto é paquera?
Como pode sê-la sem um cruzamento de olhares sequer
Conscientes
Disfarçadamente intencionais?


Desculpa!
Se percebes que teu olhar me incomoda
Que prazer sentes em mirar-me incomodamente?
Quisera fosse admiração!
Mas isto supõe respeito
Sem o que, tal sentimento tornar-se-á vão!



Perdoa 
Por que te olho assim
A te admirar!
Se não me retribuis a mirada
Então, desisto!
Aquieto-me, talvez triste!
Mas não quero te constranger


Falar-te, então?!...
Nem há o que te dizer
Que já não te tenham dito
Pois se ainda te agrada o que já ouviste
Lamento, mas nem me vale a pena o risco!


Logo, me calo!

Mas não silencio o pensamento
Para não me perder em querer-te:
Afinal, por que deveria eu te interessar
Se também me ocorrem olhares que não me interessam
Nem mal me fazem? 

E por que deveria eu por ti me interessar 
Se observo que por mim não te interessas?
Se te decepciono
Infeliz ou felizmente
Também é minha a decepção


Resta-me, pois, assistir-te em passeio
Indo-se tal como veio a cena:
...Sem câmara 
Lentamente
Sem a esperança de ainda encontrar-te
Exceto em tantos olhares
Que comigo também hei de guardar-te!

3 comentários:

ApoenaReis disse...

Oi Willian! Não sabia que tinha um blog! Gostei! Abraço!

Will Coelho disse...

Obrigado, garota! Gostei de vc ter gostado! Bj

Goretti disse...

Parabéns pelo blog.

Adorei essa alusão ao olhar!!! fenomenalll...

Ocorreu um erro neste gadget