sábado, 13 de novembro de 2010

E Assim Falou Zsalesastuto


Pedra de Seu Chicão no Rio Potengi, Barcelona/RN
Tanto em sonho como na realidade, o que é vivido intensamente faz tremer o corpo, altera o compasso do coração, colore a paisagem, desperta a melodias, aguça o olfato e aquece a pele. Isto é paixão. É o que diz ao nosso corpo que não estamos sós, pois há um Outro que nos afeta. Só precisamos aprender a cuidar desse afeto, como amantes: como aquele que vive afetado pelo viver do apaixonante; que se interessa pelo interesse do interessante; que se importa com o que é importante para o amor do outro. Estes são os amantes. E o amor não é mais do que o cuidado que se tem um com o outro. É por ele que se sonha, que se deseja e se entrega sem pudor, delira-se e vai-se a êxtase. E este é o alimento de toda paixão. 

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget